Blog Top.House Transações Imobiliárias

Imobiliária em Bento Gonçalves

4 DICAS PARA REALIZAR UM EXCELENTE NEGÓCIO NA HORA DE COMPRAR UM IMÓVEL

4 DICAS PARA REALIZAR UM EXCELENTE NEGCIO NA HORA DE COMPRAR UM IMVEL4 DICAS PARA REALIZAR UM EXCELENTE NEGÓCIO NA HORA DE COMPRAR UM IMÓVEL

Você quer investir em imóveis, mas se preocupa com a transação malsucedida? Confira algumas dicas e saiba como comprar sua casa própria.
Conquistar a própria propriedade é um dos objetivos mais importantes na vida de uma pessoa. Sabemos que essa jornada exige planejamento, organização e paciência. Pensando em contribuir para o sucesso dessa importante decisão, compilamos quatro dicas para guiá-lo neste processo.

1. Acompanhe as novidades do mercado
 Sempre que comprar um imóvel, avalie as informações mais relevantes para o mercado imobiliário naquele momento. Sempre preste atenção às oportunidades que podem surgir devido a essas mudanças. Existem índices para ajudá-lo a entender seu comportamento.
Alguns dos principais problemas que sempre precisam de atenção são:
  • INCC (Índice Nacional da Construção Civil);
  • IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado);
  • ICC (Índice de Confiança do Consumidor, calculado pela FGV através do Instituto Brasileiro de Economia);
  • Taxa de Juros SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia).
Após uma breve análise da situação atual do índice, observamos que a taxa de juros SELIC (taxa básica de juros) ultrapassou 13% desde o início de 2017 e atingiu 7% ao final de 2017, e a previsão é que assim seja abaixo desse nível no final de 2018. Nível atual. No final de 2017, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) atingiu seu valor mais alto desde janeiro de 2015. Além disso, o desempenho da poupança do Brasil também melhorou no segundo semestre de 2017. Os ativos totais de poupança aumentaram de 702,273 bilhões de reais em novembro para 724,603 bilhões de reais em dezembro - um novo recorde desde 1995. A poupança é a principal fonte de recursos para o financiamento imobiliário brasileiro. Os dados mostram que a economia recuperou em 2018. Assim, o aumento da procura imobiliária desde o segundo semestre de 2017 teve um impacto positivo no aquecimento do mercado imobiliário, que se deve à queda das taxas de juro e do aumento das taxas de juros para concessão de crédito imobiliário.

2. Defina o tipo de propriedade e suas restrições financeiras

Depois de entender as condições atuais do mercado, é muito importante definir o tipo de imóvel a ser adquirido. Determine as necessidades e expectativas de sua família e classifique seus principais requisitos e critérios para avaliar a propriedade.

Com isso em mente, a próxima etapa é pesquisar quanto você pode gastar. Geralmente, quanto menos financiamento, melhor. No entanto, sabemos que nem sempre é possível fazer uma compra à vista. Se você planeja financiar, entenda seus limites financeiros e execute uma simulação de empréstimo em algum banco antes de começar a procurar um imóvel.

Outro ponto importante é verificar os documentos básicos necessários para o financiamento. Embora cada agente financeiro tenha sua própria política de avaliação de crédito, separamos os principais requisitos que os bancos exigem para o financiamento imobiliário:
  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • RG e CPF;
  • Comprovante de endereço atual;
  • Recibo da declaração do Imposto de Renda;
  • Três últimos comprovantes de renda;
  • Caso esteja utilizando seu FGTS, o extrato do mesmo, a autorização para saque, carta do empregador e também a carteira profissional.
3. Pesquise ofertas, avalie empresas e acesse o desenvolvimento

Depois de entender os produtos que deseja e os termos de compra, você pode começar a pesquisar os produtos existentes. A Internet é o principal ambiente de pesquisa. A pesquisa mostra que mais de 90% das buscas imobiliárias no Brasil são realizadas por meio de canais online. Portanto, pesquise e analise o conteúdo de desenvolvimento disponível, aprenda sobre esses atributos você mesmo e priorize os atributos que melhor se adaptam ao seu perfil.

Buscar localização e informações sobre a comunidade, acessibilidade, segurança e aspectos relacionados ao bem-estar;
O estudo das mudanças nos valores do metro quadrado de outros atributos da área tem como objetivo principal estudar os motivos dessas mudanças. As principais variações de preço geralmente estão relacionadas à localização e à qualidade da construção, além de aspectos relacionados ao conceito e robustez da construtora, mas também ao valor agregado proporcionado por um imóvel em relação ao outro;
Não deixe de visitar o canteiro de obras e / ou o canteiro reformado do seu centro de vendas.

4. Decidiu comprar um apartamento? Prepare-se para o processo de negociação e feche o negócio

Você fez muitas pesquisas e é hora de consolidar sua decisão de compra. Faça todas as perguntas a corretores, gerentes e até mesmo aos proprietários dos vendedores e preste atenção se há muitas instalações. Lembre-se: o preço nem sempre é o fator decisivo para se chegar a um grande negócio.

No processo de compra, a burocracia é um desafio. Portanto, ao finalizar a compra, iremos separar os documentos de que você precisa:

-Cópias do RG, CPF, certidão de estado civil, escritura pública de pacto antenupcial e comprovantes de renda atualizados;
-Certidão de quitação de tributos federais (se for comerciante);
-Certidões negativas (Justiça Federal; ações cíveis; executivos fiscais; protesto de títulos; débitos CND/INSS; interdição, tutela e curatela; dívida ativa da União se for comerciante).

Com um planejamento adequado e avaliação das necessidades de sua família, acreditamos que realizar o sonho da casa própria pode ser mais tranquilo.

Até a Próxima!

Fonte: bit.ly/36lfGa6